Aprendendo com Jó: Não tenha uma justiça própria

Deus não era o problema de Jó, e também não é o autor dos problemas e provações na sua vida, pelo contrário, Ele deu a solução para todos os problemas do mundo através da cruz. Jó era um homem receoso, e por isso, ele viveu aquilo receava, ele mesmo confessa: “O que eu temia veio sobre mim; o que eu receava me aconteceu” [Jó 3:25]. Ele temia perder as riquezas, os filhos e a saúde, e isto lhe sobreveio. Todavia, diante destes fatos sempre somos questionados sobre a  justiça de Jó. Como aquele homem foi chamado de justo, pelo próprio Deus, e mesmo assim deu acesso ao diabo através do medo?

Aprendendo com Jó: Não tenha medo

Ao estudarmos o livro de Jó, percebemos que aqueles acontecimentos não foram um caso da ação divina para prova-lo, mas ação do Diabo atacando e destruindo a vida daquele homem. Ele estava cheio de  medo, um tipo extremo de pessimismo antes mesmo de tudo aquilo acontecer. E no meio daqueles terríveis episódios Jó tornou-se um homem ainda mais pessimista. No capítulo 3, vemos como ele permitiu que Satanás fizesse tudo aquilo com ele.

Aprendendo com Jó: Não culpe a Deus

"Deus não nos escolheu para sofrer" [1 Ts. 5:9] Toda vez  que escrevo que a vontade Deus é que tenhamos prosperidade, cura, saúde, livramentos etc, alguém surge para refutar ou questionar. Geralmente as questões são pequenas provocações vindas de pessoas que consideram o evangelho do Reino como: "uma teologia da prosperidade", mas percebo que no … Continue lendo Aprendendo com Jó: Não culpe a Deus